logo
Wrong email address or username
Wrong email address or username
Incorrect verification code
back to top
Search tags: Livros-engracados
Load new posts () and activity
Like Reblog Comment
review 2014-11-17 16:37
Resenha: Brew, de David Estes. Divertido, engraçado, e inteligente!
Brew (Salem's Revenge Book 1) - David Estes

Como de costume para livros que não tem planos de serem lançados no Brasil, esta vai ser uma versão reduzida da minha resenha em inglês. Davis Estes é um autor que publica os seus livros independentemente - ou seja, sem uma Editora - e por isso não tem condições de publicar seus livros em Português (eu perguntei pessoalmente, já que ele é meu amigo no Goodreads e um cara muito legal!)

 

Sinopse (traduzida por mim, de maneira não oficial): 

 

A Vingança de Salém ataca sem aviso nem misericórdia, desolando a raça humana que fica impotente sob as forças de gangues de bruxas, magos e feiticeiros. Durante o abate, os pais e irmã adotivos de Rhett Carter são mortos, e seu melhor amigo e namorada são raptados por uma gangue de bruxas que se autodenomina os Necromancers - um grupo que lida com a magia negra de ressuscitar os mortos. Com uma espada mágica em punho, o vizinho misterioso de Rhett o salva de se tornar mais uma vítima do massacre e lhe ensina as habilidades que ele precisa para sobreviver neste novo mundo.

Mas Rhett está quebrado, sua vida normal de colegial blogueiro e jogador de futebol foi enfiada em um liquidificador e desmantelada pelo apocalipse-mágico. A única coisa que lhe resta é o seu ardente desejo de vingança. Armado com suas novas habilidades de caçador de bruxas e um fiel cão mágico chamado Hex, ele sai para o desconhecido com uma missão: caçar e destruir aqueles que lhe tomaram tudo que ele já amou no mundo.

Mas Rhett não é apenas um caçador de bruxas; ele tem seus próprios segredos. Segredos que seus inimigos vão fazer de tudo para que ele não descubra. Mas descobrir a verdade sobre si mesmo é a única esperança da raça humana.

 

Bom, eu comecei este livro tendo algumas dificuldades, porque eu achei que seria um daqueles livros sérios, onde o autor tentaria me convencer de verdade que este mundo distópico que ele criou é possível. Mas lá pelo segundo terço do livro - em que as coisas finalmente começaram a acontecer e o nosso personagem principal, Rhett, começou a interagir com outros personagens muito interessantes (como o próprio Hex, a Laney e a Trish) - a coisa começou a fazer sentido para mim.

 

Este não é um livro sério! É um livro tipo super herói, onde as coisas que acontecem são inacreditáveis e malucas - no bom sentido da palavra. Com a entrada da Laney na história, tudo ficou mais divertido e inteligente. O diálogo surreal e hilário entre eles foi sem dúvida a melhor parte do livro. Quer um exemplo?

 

“I wake up in the dark. Or are my eyes closed? It’s so black they might as well be. But no…I think they’re open. I poke at my eye just to be sure. Ow!” TRADUÇÃO NÃO OFICIAL: "Eu acordei no escuro. Ou os meus olhos estão fechados? Está tudo tão escuro que talvez eles estejam. Mas não... eu acho que eles estão abertos. Eu vou cutucar meu olho só pra ter certeza... Ai!"

 

Como não se dobrar de tanto rir com coisas desse tipo? O livro foi um pouco confuso as vezes, e outras vezes foi óbvio adivinhar o que iria acontecer. Mas em geral, foi um livro super divertido.

 

Minha nota: 3.8/5

Eu leria novamente? Provavelmente não

Eu vou ler os próximos da tilogia? Sim, foi divertido!
Eu recommendo? Sim, para fans de YA que tenham mais de 12 anos (tem muita violência e terror) que queiram ler algo leve e engraçado, sem muita conexão com a realidade e muito sangue!

More posts
Your Dashboard view:
Need help?